Matéria da Revista "Estilos Norte-Nordeste"

| 22 de jun de 2013


Texto integral retirado da revista Estilos - Norte Nordeste. Edição 50. 2013.
As imagens são de Veruska Oliveira.


Alexandra Nícolas
"A música é minha vida!"


Festejos” é um espírito natural do que eu acredito. Essa festa interna que a vida oferece. Partindo disso a gente traz os festejos populares. Esse disco remete a ida ao festejo, estar no festejo e a volta ao festejo, e principalmente o trabalho das mulheres nessa festa”, assim define a cantora Alexandra Nícolas o seu novo trabalho. “Festejos” traz 13 composições inéditas de Paulo Cesar Pinheiro, um dos maiores compositores e poetas da música brasileira que tem parceria com Maria Bethânia, Dori Caymmi, Ivan Lins e Antônio Carlos Jobim. E foi o próprio Paulo Pinheiro que fez questão de apresentar o CD: Alexandra queria fazer um disco louvando as mulheres brasileiras, trabalhadoras e festeiras, do sertão e do litoral, da roça e do subúrbio, da capital e do interior. Ofereci os meus guardados, onde ela mergulhou por um bom tempo.”, escreveu o poeta no encarte. Formada em fonoaudiologia, a cantora deixou a música falar mais alto e largou a profissão para se dedicar somente à música – que já fazia parte da sua vida desde criança. “Tenho a música nas veias, por isso canto alegria, não canto tristeza, pois é muito fácil cantar tristeza”, filosofa. Ela afirma que sua música tem influência de cantores como Eliseth Cardoso, Cássia Eller, Elba Ramalho, Paula Toler e principalmente Clara Nunes.

O CD de músicas inéditas, segundo Alexandra, foi inspirado na sua cidade Pinheiros, sua terra natal. Ele é o primeiro após 20 anos de carreira e foi lançado no mês de março. Feliz com o resultado do álbum, Alexandra se prepara para uma série de shows por cidades brasileiras. “Estou em êxtase com o álbum. Ficou melhor do que imaginei. Só tenho que agradecer a todos que, de uma forma ou de outra contribuíram para que “Festejos” se tornasse real”, agradece.



edit

Show do Prêmio da Música

| 20 de jun de 2013


Texto e imagens de Raydenisson Sá

"Vou te contar os olhos já não podem ver coisas que o coração pode entender..." (Tom Jobim)




Na última terça-feira, o Teatro Arthur Azevedo foi palco da estreia da turnê do Prêmio de Música Brasileira, edição de número 24 que homenageia o maestro Tom Jobim. Uma noite de puro encanto. Que poderia ter sido melhor se não houvesse o Murilo Rosa com suas tiradas nenhum pouco engraçadas e também a forma gélida dos artistas que fielmente seguiram o protocolo de José Maurício (fundador da premiação), por conseguinte as apresentações foram luxuosas. Destaque para Corcovado na voz de Adriana Calcanhotto. Há que se destacar a potência vocal de Zélia Duncan, a perfeição de Renato, o requinte musical do premiadíssimo João Bosco e a belezura de estrela que é a Roberta Sá


É bem verdade que a maioria dos presentes foram ao espetáculo prestigiar os artistas já consagrados pela grande massa, eu, porém, fui por conta da minha amiga Alexandra Nícolas. Nervosa, ela já entrou brilhando no palco, pois seu figurino era lindo, parecia mamãe Oxum. A canção escolhida para a maranhense foi “Wave” e que, foi honestamente uma das mais lindas daquela noite. O bailado de suas mãos e braços é radiante. Ovacionada pelos maranhenses, Alexandra Nícolas, a Senhora das Candeias do MA, nos emocionou e nos representou muito bem. Só lamento ter sido apenas uma canção para ela, enquanto que para os demais foram quatro. Enfim, valeu demais Alexandra. Vamos festejar!!! 



edit

Show do Prêmio da Musica Brasileira em São Luís

| 19 de jun de 2013


A noite dessa terça-feira (18/06) foi especial. O primeiro show da Turnê do Prêmio da Música Brasileira reuniu um time maravilhoso de cantores no Teatro Arthur Azevedo, em São Luís, para interpretar Tom Jobim. Alexandra nos presenteou com a bela interpretação da música Wave.
(As imagens foram feitas por Raydenilsson Sá)




Alexandra, nos momentos finais do show, ao lado de Adriana Calcanhoto.

Alexandra interpretou a música "Wave"

No encerramento, todos cantaram juntos.
Alexandra durante a sua apresentação no TAA

edit

Turnê PMB 2013

| 18 de jun de 2013


Veja as fotos do ensaio no Teatro Arthur Azevedo

Texto disponível em: Prêmio da Música Brasileira







Após a noite especial que premiou 27 grandes nomes da música brasileira, o 24º PMB caiu na estrada para levar o espetáculo aos quatro cantos do Brasil, com uma banda de feras e os artistas João Bosco, Zé Renato, Adriana Calcanhotto, Zélia Ducan, Roberta Sá, a nossa querida Alexandra Nícolas e apresentação de Murilo Rosa.
A primeira parada deste show itinerante é São Luís, no Teatro Arthur Azevedo. Ontem (17), a tarde foi de ensaio para fazer bonito para a plateia ludovicense, que promete encher a casa para ver a turma interpretando as canções imortais do mestre Tom Jobim.
edit

Ensaio do show do Prêmio da Música Brasileira

| 17 de jun de 2013


Em sua página oficial no Facebook, Alexandra Nícolas publicou estas fotos do ensaio para o show do Prêmio da Música Brasileira.




Na legenda, ela escreve:
No ensaio do show do Prêmio da Música Brasileira. Qual será a canção?


O evento faz parte de uma turnê que percorrerá sete cidades brasileiras. São Luís é a primeira cidade onde o espetáculo acontecerá. O CD de Alexandra, Festejos, foi um dos pré-selecionados para a edição 2013 do prêmio, que este ano homenageia Tom Jobim.
edit

Festejos foi pré-selecionado para o 24º prêmio da MPB

| 13 de jun de 2013



Em recente publicação em sua página oficial no facebook, Alexandra falou da alegria de cantar Tom Jobim em São Luís e também de ter seu disco pré-selecionado para o 24° Prêmio da Música Popular Brasileira.




“Festejos foi pré-selecionado para o Prêmio da Musica Brasileira, não ficou entre os finalistas e o meu prêmio será cantar pra meu Povo

Em entrevista ao jornalista Zema Ribeiro Alexandra afirma que a pré-seleção de Festejos foi uma grande surpresa.

“Foi uma surpresa muito grande. Nem acreditei quando recebi o e-mail de minha diretora Luciana Rabello com a notícia com o link da seleção, ‘olha Festejos aí!’. O coração foi na boca!”.

edit

Alexandra interpretará Tom Jobim

| 13 de jun de 2013


"Alexandra é a convidada maranhense para participar do show do Prêmio da Música Brasileira."




Por: Pedro Sobrinho


Alexandra Nícolas vai interpretar canção de Tom Jobim na festa do Prêmio da Música Brasileira, patrocinado pela Mineradora Vale, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura, em São Luís.
O show que reunirá Adriana Calcanhoto, João Bosco, Roberta Sá, Zé Renato e Zélia Duncan, sob regência do maestro Jaques Morelenbaum, será realizado na próxima terça-feira, dia 18, a partir das 21h, no Teatro Artur Azevedo, só para convidados. Os artistas farão releitura da obra do mestre Tom Jobim, o homenageado do Prêmio em 2013. O evento terá como mestre de cerimônia, o ator Murilo Rosa.



A música de Tom Jobim que Alexandra vai cantar, escolhida pela produção do espetáculo, não foi revelada. Questionada se o convite para o show em São Luís teve a ver com a pré-seleção de seu trabalho, ela diz acreditar que sim.

“Uma feliz coincidência o disco de uma maranhense selecionado e a turnê passando por aqui. Acho que foi meu prêmio pela pré-seleção – ressaltou”.

Pré-selecionado:

Festejos, seu disco de estreia, foi pré-selecionado para a 24ª edição do Prêmio da Música Brasileira 2013.
Para Alexandra Nicolas a pré-seleção de Festejos, seu disco de estreia, ao prêmio, foi uma grande surpresa. O disco não ficou entre os finalistas, mas a indicação, entre tantos álbuns ouvidos pelo júri, teve sabor de vitória.

"Foi uma surpresa muito grande. Nem acreditei quando recebi o e-mail de minha diretora Luciana Rabello com a notícia com o link da seleção, 'olha Festejos aí!'. O coração foi na boca!" - revela.

edit

Alexandra Nicolas cantará em homenagem a Tom Jobim

| 11 de jun de 2013

Texto de
Zema Ribeiro



Festejos, seu disco de estreia, foi pré-selecionado para a 24ª edição do certame. Em São Luís o autor de Corcovado será interpretado ainda por Adriana Calcanhotto, João Bosco, Roberta Sá, Zé Renato e Zélia Duncan.
“Vou te contar”, semana que vem, mais precisamente terça-feira (18), é o show do Prêmio da Música Brasileira, o mesmo criado em 1987 com o nome de Prêmio Sharp, hoje patrocinado pela mineradora Vale, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura.
“E cada verso meu será pra te dizer” que o Teatro Arthur Azevedo terá como atrações, sob regência do maestro Jacques Morelenbaum, os seguintes artistas, que farão releituras de obras do “maestro soberano”: Adriana Calcanhotto, João Bosco, Roberta Sá, Zé Renato e Zélia Duncan. A convidada local do evento que terá o ator Murilo Rosa como mestre de cerimônias é a cantora Alexandra Nicolas.
“Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça”: para ela, “as músicas do Tom tem tom e cheiro carioca. É puro amor e por tabela uma reverência à cidade mais linda do mundo”.
“Te ligo afobada e deixo confissões no gravador”. Para Alexandra Nicolas a pré-seleção de Festejos, seu disco de estreia, ao Prêmio da Música Brasileira, foi uma grande surpresa – o disco não ficou entre os finalistas, mas a indicação, entre tantos álbuns ouvidos pelo júri, teve sabor de vitória. “Foi uma surpresa muito grande. Nem acreditei quando recebi o e-mail de minha diretora Luciana Rabello com a notícia com o link da seleção, “olha Festejos aí!”. O coração foi na boca!”, revela.

“Vem ouvir esse segredo escondido num choro canção”: a música que vai cantar, escolhida pela produção do espetáculo, não revela. Indagada se o convite para o show em São Luís teve a ver com a pré-seleção de seu trabalho, ela diz acreditar que sim. “Uma feliz coincidência o disco de uma maranhense selecionado e a turnê passando por aqui. Acho que foi meu prêmio pela pré-seleção”.
Festejos foi um dos álbuns pré-selecionados de 2013

“Tristeza não tem fim, felicidade sim”, é o que muita gente vai pensar quando acabar o espetáculo, que tem tudo para ser inesquecível. O show acontece às21h, exclusivamente para convidados.




edit

Verdadeira e Honesta

| 11 de jun de 2013



Alexandra: bela e verdadeira!



Alexandra no espetáculo festejos (08/03/13)

"A formosura da alma campeia
e denuncia-se na inteligência,
na honestidade,
no reto procedimento,
na liberalidade e na boa educação."
(Miguel de Cervantes)


edit

Alexandra e Amélia Rabello

| 9 de jun de 2013


Hoje a nossa querida Alexandra nos presenteou com esta foto em sua página oficial no facebook:

Na legenda:

“Minha amiga querida Amelia Rabello. Canta uma esperança...
edit

Making Off do Show Festejos

| 2 de jun de 2013



Compartilhamos, com um pouco de atraso, o Making off do espetáculo Festejos, apresentado nos dias 07 e 08 de Março, no Teatro Arthur Azevedo, em São Luís.



Sobre o trabalho, a cantora comentou em seu perfil pessoal no facebook:

“Jady William Fernandes fez um trabalho maravilhoso, nota-se que a edição de Festejos foi feita com o coração. Compartilho pra matar a saudade!”




edit

Soberana

| 1 de jun de 2013

“ ♫♪ Quando ela chega ninguém faz pouco, samba de caboclo é a sua praia. O véu da cambraia ela deixa louco, quem tá no sufoco e só quer gandaia ♫♪ ”.



imagem postada por Alexandra



Já não faz tempo que fizemos uma enquete neste blog para saber qual a música que o nosso leitor mais gosta. Todas as músicas foram bem votadas, mas a faixa 11 do CD Festejos – Senhora das Candeias do Maranhão caiu no gosto popular.
Em entrevista ao jornalista Zema Ribeiro, a própria Alexandra menciona a preferência pele música:

Foi a maneira mais poética, mais romântica, mais soberana que eu vi um homem falar de uma mulher. Eu acho que qualquer mulher no mundo dava qualquer coisa para ser essa mucama à qual ele se referiu. Ela “nunca foi mucama de qualquer laia”. É a música que mais mexe comigo no disco. É a minha música! Eu sou apaixonada… As pessoas perguntam “qual é a música de trabalho?” Eu só digo Soberana. Eu sei que existe essa mulher, até por que eu sei de muitas mulheres que são soberanas. Mas você chega a duvidar, de tão incrível que ela é, você se pergunta, “é tudo isso?”, por que sempre escapa algo, ela é incrível”.


Dos depoimentos que ouvimos (colhidos de maneira informal), entendemos que “‘Soberana’ toca mais por expressar a força da mulher que sabe o que quer e se impõe às circunstâncias. A mulher que é sujeito da própria história.

Enquete realizada em Fev/2013

edit
Postagens mais recentes Postagens mais antigas

fasdealexandra@gmail.com

© Design 1/2 a px. · 2015 · Pattern Template by Simzu · © Content Alexandra Nícolas - Fã Clube